Mantendo a Autoestima Elevada

O conceito de autoestima está relacionado ao afeto que temos por nós mesmos. Nós construímos a estima, o afeto que temos por nós, pela pessoa que nos tornamos a cada dia. E neste olhar para si mesmo gostamos ou não do que estamos vendo, sentindo e sendo.

A construção da autoestima é um processo feito por toda a vida, pois está condicionada ao autoconhecimento e como estamos em constante mudança, pois reagimos ao eventos que nos acontecem produzindo emoções positivas ou negativas e consequentemente comportamentos, esse processo não tem fim.

O psicólogo e escritor Nathaniel Branden (1930-2014) definiu autoestima como “a disposição de experimentar a si mesmo como competente para lidar com os desafios básicos da vida e como digno de felicidade”, é ter confiança em sua capacidade de resolver e passar pelas dificuldades que a vida traz, sentindo-se merecedor de suas conquistas e estando feliz por isso. Para Branden a autoestima é a qualidade que pertence ao indivíduo satisfeito com a sua identidade, ou seja, uma pessoa dotada de confiança e que valoriza a si mesmo. Está associada à autoconfiança e à autoaceitação. Ela reflete nossa capacidade de lidar com desafios e problemas, respeitar e defender nossos interesses e necessidades e expressar sentimentos e desejos.

Branden postula que uma pessoa que possui uma boa autoestima acredita em si mesmo e em suas percepções, sentindo-se livre para tomar iniciativa e lidar com os outros com facilidade. Uma pessoa que possui baixa autoestima sofre por se considerar inadequado e inferior, sentindo-se inseguro.

Branden considerou a construção da autoestima por fatores externos e internos, observando qual a contribuição do indivíduo para sua autoestima e qual a dos demais. Fatores externos são mensagens transmitidas verbal ou não verbalmente, ou experiências causadas por pais, professores, por pessoas significantes para o indivíduo, pela sociedade e pela cultura. Fatores internos são criados pelo indivíduo como ideias ou crenças, práticas ou comportamentos. A autoestima é criada e mantida elevada por fatores gerados internamente, esses fatores internos fundamentam-se nos seis pilares da autoestima.

Pilar nº 1 – Viver Conscientemente: Atitude de estar ciente do que se está fazendo enquanto se está fazendo, isto é, a prática da atenção plena. É estar consciente do que está te acontecendo, tentar compreender o ambiente em que você está inserido e o mundo que te cerca. Viver de forma realista, com a mente ativa, ter discernimento e coragem. Ter consciência dos seus atos e das suas atitudes, que podem te gerar felicidade ou infelicidade, alegria ou sofrimento.

Pilar nº 2 –  Autoaceitação: Atitude de aceitar verdadeiramente seus pensamentos, emoções e comportamentos, de ser gentil consigo mesmo em relação a eles; e de ser para si mesmo, aceitando-se como se é. Valorizando-se pelo que é e aceitando suas imperfeições e conflitos.

Pilar nº 3 – Autorresponsabilidade: Atitude de possuir a responsabilidade por suas ações e os efeitos causados por elas. Você é responsável por suas escolhas, suas decisões e pelas consequências delas,  e não se vê como vítima das circunstâncias.

Pilar nº 4 – Autoafirmação: Atitude de tratar as próprias necessidades e interesses com respeito e de expressá-los de maneira apropriada. É viver baseado no que você acredita, de acordo com os seus valores. “É aceitar ser o que se é com suas qualidades e defeitos, sem precisar esconder ou falsificar a si mesmo para poder ser aceito pelos outros.”

Pilar nº 5 – Intencionalidade: Atitude de formular objetivos e de formular e implementar planos de ação para alcançá-los, estabelecer metas e objetivos produtivos, para isso é necessário desenvolver a capacidade de autodisciplina.

Pilar nº 6 – Integridade Pessoal: Atitude de manter o alinhamento entre seu comportamentos e convicções. É viver de acordo com o que você fala. É agir em conformidade com seus valores, ideais, convicções e crenças.

Podemos observar, então, que para Branden ter uma autoestima elevada vai depender do quanto eu estou disposto a tomar determinadas atitudes. Ainda que fatores externos (pais, professores, amigos, sociedade) possam nos estimular ou enfraquecer, são os fatores internos os mais determinantes para a criação e manutenção de uma autoestima elevada. Uma pessoa pode ouvir durante toda a vida que não é inteligente o suficiente e por isso não será nada na vida e escolher acreditar em si, desenvolver habilidades, estimular sua inteligência e “ser alguém” por ela, não se importando com os fatores externos negativos, ou seja, com a opinião negativa que outros tinham dela e a falta de incentivo.

Para algumas pessoas essa tomada de atitude não é tão simples, pois elas construíram crenças negativas a respeito delas mesmas, difíceis de mudar.  A terapia cognitivo-comportamental pode ajudá-las a identificar e modificar essas crenças, pensamentos, para tornar possível o desenvolvimento de uma autoestima elevada. É importante considerar a atuação ativa do indivíduo neste processo, para Branden, ter uma autoestima elevada só depende de você. Você assume a responsabilidade pela sua vida, vivendo conscientemente, vivendo de acordo com suas convicções e respeitando a dos outros, estabelecendo metas e objetivo para sua vida, aceitando-se como é,  assumindo suas qualidades e defeitos, erros e acertos, se responsabilizando pelas consequências dos seus atos, sem culpar a terceiros e sem se ver como vítima das circunstâncias. Fácil não é, impossível, também não.

Tome uma atitude!

 

Referências:

BRANDEN, N. Los seis pilares de la autoestima: el libro definitivo sobre la autoestima. Traducción de Jorge Virgil Rubio. Barcelona : Paidós, 1995.

RUIZ, Josefa Emília Lopes et al. Os seis pilares da autoestima e a integração corpo e mente. Temas em Educação e Saúde, [S.l.], v. 11, dec. 2016. ISSN 2526-3471. Disponível em: <https://periodicos.fclar.unesp.br/tes/article/view/9167>. Acesso em: 25 aug. 2018.

 

 

 

Um comentário em “Mantendo a Autoestima Elevada

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close